Figura login
 

Projeto de Aproveitamento Econômico de Espécies Nativas

 

 
 
A Bioflora, em parceria com o LERF - Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal da ESALQ/USP, desenvolveu um Plano de Aproveitamento Econômico para Reflorestamentos de Espécies Nativas, visando oferecer alternativas técnicas e econômicas para a implantação de áreas de Reserva Legal.
 
Em 2008, o Plano de Aproveitamento Econômico para Reflorestamentos de Espécies Nativas recebeu o Prêmio Ford de Conservação Ambiental na modalidade Negócios em Meio Ambiente, projeto que visa o plantio de espécies arbóreas nativas de diferentes comportamentos e a exploração comercial de madeira.
 
Além de fins madeireiros, o sistema de implantação de Florestas Econômicas permite a utilização de espécies frutíferas, medicinais, ornamentais e melíferas nativas, e possibitando a venda de créditos de carbono e a certificação ambiental de todos esses serviços ambientais.
 
Para facilitar a implantação do reflorestamento e sua exploração comercial, o plantio é realizado a partir de módulos contendo espécies que fornecerão madeira de diferentes grupos. A partir do décimo ano, inicia-se a exploração comercial do reflorestamento, que aumenta progressivamente a colheita de madeiras médias e  finais, as quais possuem maior valor agregado.  
 
 
Restauração ecológica
 
Implantação e manutenção de reflorestamentos de espécies florestais nativas com alta diversidade, visando a restauração florestal sustentada de áreas degradadas ou a implantação de Reserva Legal (com retorno econômico ou não), além da indução e condução da regeneração natural.
 
 
Técnicas inovadoras e equipamentos de alto rendimento
 
Abertura de linhas de plantio com subsolador ou moto-coveadora, que rompem eventuais camadas de impedimento presentes no solo e favorecem o pleno desenvolvimento radicular após o plantio, estimulando assim o crescimento das mudas.
Copyright © 2012 | Bioflora - todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ozonio Interativa